Até pouco tempo, aproximadamente 5 anos, a Fisioterapia relacionada a atletas, não importando o esporte praticado, era pura e simplesmente reabilitativa, ou seja, um atleta iria ao setor de Fisioterapia para tratar alguma lesão.

Quando os estudos começaram a evoluir e mostraram que poderíamos prevenir lesões e melhorar a performance dos atletas, com prevenção, a Fisioterapia Preventiva passou a ser extremamente importante na vida do atleta profissional e de praticantes de uma determinada atividade que visa saúde, por exemplo a corrida.

Hoje sabemos que em média um corredor terá uma lesão a cada 6 meses e que 50% já se lesionaram ou vão se lesionar.

Os estudos também mostraram as regiões mais acometidas, relacionando com o tipo de piso ao qual o corredor é submetido:

Asfalto plano: joelho e canela;

Asfalto com plano inclinado: coluna, quadril, joelho, canela e pé;

Montanha: tornozelo, joelho e coxa (na descida), quadril (na subida);

Areia: panturrilha.

Apesar do tornozelo, nos estudos, ser apresentado apenas nos praticantes de corrida em Montanha, por ser uma articulação complexa pode ser acometida em qualquer plano ou pior uma alteração na mesma pode levar a dores nos joelhos, o que muda totalmente a forma da análise na avaliação.

Na prática a maioria das lesões nos corredores acomete articulações envolvendo ligamentos e tendões (os entorses e impacto do pé no solo quando não se utiliza um calçado adequado para amortecer) ou os músculos (com as distensões, estiramentos ou contraturas) quando sobrecarregados, sem falar das famigeradas Fascite Plantar e Canelite (Periostite).

MAS COMO ATUA A FISIOTERAPIA PREVENTIVA NO PRATICANTE DE CORRIDA

A atuação do Fisioterapeuta quando realiza um trabalho de Fisioterapia Preventiva começa na abordagem ao corredor: a história dele envolvendo a corrida, porque começou, quando começou, se já se lesionou ou está com uma lesão no momento, tipo de piso que está acostumado, horário de treino e principalmente suas Metas e Objetivos.

O primeiro ponto importante que o corredor tem que saber e estar disposto é que a Fisioterapia Preventiva é como um medicamento, você vai ter que realizar periodicamente, pode ser de 15 em 15 dias e pré-competição, para se manter saudável durante a prática da atividade e melhor sem ingerir substância química para dentro de seu corpo.

Dentro do contexto de ação, o Fisioterapeuta vai conhecendo seu atleta, realiza uma avaliação geral para ver as estruturas do corpo, tipo de pisada, alinhamento corporal, alinhamento dos segmentos das pernas correlacionado entre quadril, joelho e tornozelo. Após todo o conhecimento sobre seu atleta planifica-se as ações a serem desenvolvidas e começa o trabalho.

Das ações realizadas pertinentes na Fisioterapia Preventiva temos:

– Alinhamento Corporal;

– Avaliação muscular para dissolução de nódulos e pontos gatilhos que normalmente acarreta dor;

– Correção da pisada;

– Alongamento e Flexibilidade muscular;

– Fortalecimento;

– Coordenação motora estática (parada) e dinâmica (em movimento);

– Propriocepção para estabilidade articular e resposta neuromuscular;

– Liberação Miofascial.

Sabemos que um trabalho de prevenção, bem feito, não garante 100% do resultado, mas sabemos que o índice de redução de lesões e melhora da performance aumentam significativamente. 

 Se você é corredor, sinta seu corpo ele revela muitas coisas importantes, procure um Fisioterapeuta e comece um plano Preventivo, com certeza você vai se sentir melhor e seu corpo agradece.

Dr. Alceu Miranda | Fisioterapeuta CREFITO 11353-F | Cel: (13) 997285144

40/02

Dr. Alceu Miranda

Dr. Alceu Miranda é Fisioterapeuta (CREFITO 11353-F) especializado em quiropraxia Instrumental, reabilitação pré e pós protetização, PG em Treinamento Desportivo e mestre em educação.

Deixe seu comentário

Quem é crica
Christian ‘Crica’ Wolthers
Dinamarquês-brasileiro, pai, marido, co-fundador do Zen, investidor anjo, apresentador do Crica das Plantas e palestrante.
Leia mais
Meditações Guiadas, Programas de Autoconhecimento e muito mais.
Conheça o Zen!
Download NOW